A tarde desta quarta-feira (7) foi de treinamento fechado na Arena das Dunas, palco do jogo desta sexta (9), às 19h30, contra o ASSU, pela 5ª rodada da Copa RN, que equivale ao segundo turno do Campeonato Estadual.

Thumb img 7785Antes de comandar os trabalhos, o técnico Pachequinho atendeu à imprensa e, em sua primeira resposta, revelou conversa com os jogadores alvirrubros.

"A conversa é sempre no intuito de melhorar, de corrigir, de alguma forma fazer com que os jogadores entendam a responsabilidade que todos nós temos. Tivemos um clássico onde nossa equipe teve um comportamento tático-técnico muito abaixo do que nós queríamos. E a conversa é em evoluir e melhorar. E tem que ser já sexta-feira (9) um resultado importante para que essa evolução, essa - de alguma forma - cobrança seja feita. E nós continuamos acreditando na competição", contou.

Pela segunda vez, desde que chegou ao clube, o comandante americano teve uma 'semana cheia' de trabalho, porém como os mesmos problemas, seja por lesão ou suspensão. Para o jogo diante do ASSU, Pachequinho sabe que não poderá contar com o zagueiro Tiago Sala e o meia Cascata, entregues ao Departamento Médico, já o lateral Mayk segue sendo dúvida. Por outro lado têm os retornos do lateral Guilherme e do volante Robson.

"Nós temos o próprio Mayk, lateral que também saiu lesionado do jogo e esperamos que ele tenha condições de jogo, de ficar à disposição, o que também pode gerar uma dúvida, e também a reposição do setor já é diferente. Você acaba não tendo outras opções e aí tem que improvisar. E aí você fica muito em cima do rendimento e da característica do atleta que vai entrar. Eu volto a frisar: infelizmente, o pouco tempo que eu tive de trabalhar a equipe taticamente porque foram jogos quarta e domingo atrapalharam também a questão das alterações que eu tenho feito que, em média, tem sido de, no mínimo, 3 alterações por jogo. E quando dentro do próprio jogo, você tem que fazer isso por causa de lesões. E não vamos longe também com relação a expulsões. Ter cabeça tranquila, saber das dificuldades que nós temos e temos que evoluir e trabalhar em cima disso e fazer um jogo sexta-feira e conseguir um grande resultado, que é o fundamental para dar mais tranquilidade. E aí, com o tempo, a gente vai conseguindo colocar aquilo que a gente pensa de ideal a partir do momento se tiver também todos os atletas disponíveis", disse.

O grupo alvirrubro volta a trabalhar nesta quinta-feira (8), às 8h30, e logo após entra em regime de concentração.

Fotos: Canindé Pereira/América FC

Banner detran