Nas últimas três semanas e meia, o que equivale ao início do estadual e Copa do Nordeste, o América teve uma média de dois jogos por semana. A sequência de jogos intensa não é motivo de reclamação por parte do lateral Osmar, titular em cinco dos seis jogos disputados no período. O jogador só não atuou na estreia, diante do Santa Cruz de Natal e, segundo ele, a média deveria ser de quatro jogos em três semanas. 

– Como isso não vai acontecer a gente tem que se adequar ao que o calendário nos proporciona. E quando eu falo em se adequar é mais o trabalho extracampo, com boa alimentação, descanso no intervalo entre um treinamento e outro para que possamos jogar em alto nível. Acho que esse é o caminho, não ficar reclamando do calendário para justificar um provável insucesso – fala. 

Sobre o duelo diante do Sergipe, válido pela Copa do Nordeste, o atleta lembrou que um resultado positivo representa um desafio a menos em busca da classificação e que o elenco está consciente disso. 

Ainda sobre o duelo, Osmar pontuou o que deveria ser melhorado no grupo levando como base o último jogo da equipe, diante do Alecrim e válido pela quinta rodada do Campeonato Potiguar. 

– Temos que ter mais tranquilidade na hora de tentar o gol. Quem acompanha nossa equipe desde os primeiros jogos sabe que somos um grupo que cria bastante e de repente, até por ansiedade, a gente não está sendo feliz nas finalizações, então é caprichar e não só na parte ofensiva já que tivemos jogadores da parte defensiva que também tiveram chance nesses últimos jogos – disse.

Foto: Canindé Pereira/América FC

Banner detran