O técnico Felipe Surian foi claro ao chegar o clube e dizer que iria dar oportunidade aos garotos da base americana. O discurso virou realidade e após avaliações os jogadores que “subiram” iniciaram os treinamentos junto ao elenco profissional de olho nas competições que o América disputa em 2017.

Atualmente o elenco conta com seis jogadores oriundos da base, sendo eles: os goleiros Ewerton e Rubinho, o volante Judson, o meia Anthony, e o atacante Denílson. Recentemente outro que se junto ao grupo foi o zagueiro Gustavo (16), que integra a equipe Sub-17.

E os garotos estão aproveitando a pré-temporada para mostrar serviço sempre com o pensamento em figurar no time titular. Quem já sentiu o peso da camisa rubra foi o goleiro Ewerton que entrou como titular no jogo diante do Salgueiro, ainda pela disputa da série C deste ano. Elogiado pela torcida, ele segue treinando em busca de uma segunda chance.

– Fico muito contente em saber que a torcida gostou do meu trabalho. E se aparecer a oportunidade de novo eu vou agarrá-la e buscar fazer uma boa atuação pelo clube novamente – disse o arqueiro que também brincou afirmando que os veteranos Vinícius e Fred pedem para que ele trabalhe forte, mas também passam orientações e confiança.

Outro companheiro do atleta é o também goleiro Rubinho de 17 anos. O jovem atleta se disse preparado para caso o técnico Felipe Surain precise, lembrando que está treinando forte com os companheiros.

– Vai ser um ano diferente para a gente da base e tenho certeza que quando surgir a oportunidade, tanto eu como os meus companheiros, vamos conseguir aproveitar da melhor forma possível e ajudar o clube – falou.

O meia Anthony foi outro que passou a integrar a equipe profissional. Ele chegou a treinar com o grupo no início do ano, mas não chegou a estrear. Volta agora e se diz à disposição do comandante rubro, bem como o volante Judson. Destaque, ele foi para o Palmeiras (SP) e retornou ao América. O jogador falou sobre a oportunidade de trabalhar ao lado de atletas mais experientes.

– Os outros jogadores mais experientes brincam com a gente até pelo fato da gente ter subido da base agora, mas eles passam muito conhecimento com a experiência que já têm. É bem bacana essa oportunidade e eu sigo trabalhando forte para ter uma chance e mostrar ao professor que eu tenho capacidade de estar entre os titulares – revelou o jogador.

Banner detran