Para o jogo contra o Potiguar de Mossoró o técnico Waguinho Dias optou por colocar um time "misto" em campo. A intenção não foi, somente, polpar alguns atletas como também dar jogabilidade e ritmo de jogo a jogadores que vêm, inclusive, entrando no decorrer da temporada, casos dos atacantes Adílio e Wilson, por exemplo.

Sobre o jogo contra o time mossoroense, o comandante americano pontuou deficiências e, mais uma vez, mudança tática e de postura na segunda etapa do jogo.

“A gente já esperava que ia ser um jogo difícil. O primeiro tempo esperávamos ter feito até mais gols. Com nove minutos tivemos cinco oportunidades de gols e fizemos um, e depois não concluímos mais em gol, e a nossa marcação ficou muito longe. Então no primeiro tempo demos muito espaço tanto é que eles conseguiriam o empate. No segundo vem um pouco de ansiedade e nervosismos até que depois conseguimos. Com as entradas do Tiago Orobó e André Krobel tivemos um volume maior tanto é que o Potiguar de Mossoró não passou do meio de campo e não chegou mais no nosso gol. Daí criamos mais chances”, disse Waguinho.

O grupo alvirrubro se reapresenta na tarde desta quinta-feira (30) e inicia a preparação para o próximo compromisso que é contra o ABC, no domingo (2), pela Copa do Nordeste, às 18h, na Arena das Dunas.

Foto: Diego Simonetti/América FC

Banner detran